MENU

Alves. Lima & Rodrigues – Advogados

Notícias

29/04/2020

Pagamento do auxílio emergencial injeta R$ 32 milhões na economia

Começou no último dia 16 o pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial para quem recebe o Bolsa Família. Em Curitiba, o benefício deverá injetar cerca de R$ 32 milhões na economia local para o atendimento de 30.062 famílias.

Os pagamentos seguem o calendário do Bolsa Família. As famílias já cadastradas não precisaram optar pela ajuda emergencial, já que os dados foram cruzados pelo próprio governo na seleção de quem seria beneficiado e quais valores seriam pagos.

Beneficiados em Curitiba

. 9.697 famílias receberão R$ 600
. 18.198 famílias receberão R$1.200
. 2.167 famílias receberão R$1.800

Dinheiro que chega em boa hora

Liamara Nunes da Silva, 59 anos, faz parte de uma das famílias selecionadas para receber R$ 1.800. Desde 2007, ela é atendida pelo programa Bolsa Família mas conta que vinha recebendo menos de R$ 50 por mês. A chegada do auxílio emergencial vai fazer muita diferença no orçamento familiar.

Desempregada há 4 anos, Liamara cria a neta de 12 anos e sustenta o filho de 20 anos, que estuda mecânica industrial. Por ser mãe, chefe de família e preencher todos os critérios, ela foi selecionada para receber duas cotas mensais, totalizando R$1.200 reais. Os outros R$ 600 estão sendo pagos para o filho, maior de idade e sem renda.

Ela conta que antes da pandemia costumava trabalhar como diarista e com jardinagem e agora está ajudando a filha mais velha a produzir máscaras caseiras de pano. Moradora do bairro Xaxim, Liamara e frequentadora da Comunidade da Igreja do Carmo, sempre que necessário ela ajudava na limpeza da igreja e conservação do jardim.

“A gente que é pai e mãe tem que fazer de tudo para sustentar a nossa família. Estava com todas as minhas contas atrasadas e esse dinheiro chega em boa hora, estava precisando muito”, comemora Liamara.

No total estão sendo pagos R$ 31.556.400,00 para auxílio emergencial na capital paranaense.

“Importante lembrar que é um auxílio emergencial e que chega às famílias e indivíduos que mais precisam, neste período, para conter a crise. É fundamental que o recurso financeiro seja administrado para promover a saúde e o bem-estar de todos os integrantes da família”, diz Fabiano Vilaruel, presidente da Fundação de Ação Social.

Em Curitiba, 3.545 famílias cadastradas no Bolsa Família não foram selecionadas para o recebimento do auxílio emergencial, mantendo assim o valor do benefício anterior, que em média é de R$ 149,62. Os critérios são definidos por meio de cruzamento de informações do governo federal. O valor total na folha de pagamento para essas famílias é de R$ 531.120,00.

Acompanhe os períodos dos pagamentos do auxílio aos cadastrados no Bolsa Família

. 1ª parcela – 16 a 30 de abril
. 2ª parcela – 18 a 29 de maio
. 3ª parcela – 17 a 30 de junho

Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba. Acessado em: 29/04/2020.

Voltar

NEWSLETTER

Inscreva-se para receber!

Compartilhe
Desenvolvido por In Company

 

Política de privacidade: Apenas fica registrado neste site dados que o usuário fornece de livre e espontânea vontade ao preencher alguns dos formulários nele existente. Nenhum dado pessoal registrado pelo usuário será divulgado publicamente ou será utilizado para outra finalidade que não aquela para a qual preencheu o formulário. Leia na íntegra…